Equipe gestora da Seduc se reúne para planejar ações para retorno do trabalho presencial em suas unidades administrativas

Equipe gestora da Seduc se reúne para planejar ações para retorno do trabalho presencial em suas unidades administrativas

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, reuniu, na noite desta segunda-feira (26) com equipe gestora da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e das Unidades Regionais de Educação espalhadas pelo estado para tratar sobre o retorno ao trabalho presencial nas unidades administrativas ligadas à Secretaria, a partir do próximo dia 1º. Atendimento ao público externo segue suspenso até dia 7.

Entre os pontos tratados para a retomada do trabalho presencial, será adotada uma série de medidas que deverá ser seguida por todos, de modo a garantir a convivência mais segura, entre as quais o uso obrigatório de máscaras em todas as dependências, higienização das mãos frequentemente, inclusive ao entrar nos prédios, além do distanciamento mínimo de 2 metros entre os demais servidores.

O secretário Felipe Camarão explicou que todo o processo de retomada será realizado com muita cautela e prudência para minimizar os riscos. Os chefes imediatos dos diversos setores ficarão incubidos de realizar revezamento entre os servidores e a adoção de horários alternativos para o trabalho presencial, além da continuidade do trabalho remoto, sempre que possível.

“Estamos atravessando um momento atípico, que pegou de surpresa todo o mundo. Assim como tivemos a prudência para paralisar nossos trabalhos presenciais, em março, agora redobraremos os cuidados para essa retomada. Nesse primeiro momento não abriremos o atendimento ao público e nossa equipe seguirá estudando formas para lidar com o momento, evitando aglomerações, o entra e sai de pessoas na Secretaria. São muitos pontos que estando estudando minuciosamente, para garantir a maior segurança possível a todos nós”, destacou Felipe Camarão.

Para a gestora da Regional de Imperatriz, Orleane Santana, a reunião foi muito importante e esclarecedora, pois passou orientações e sanou dúvidas sobre como deverá ser o retorno das atividades administrativas. “Será uma volta gradativa, com rodízio de servidores, com todos os equipamentos de segurança necessários e sistemática de organização do atendimento para evitar aglomeração, são algumas das medidas que serão tomadas e que deram a nós, gestores regionais, um grande alívio, minimizando nossa preocupação. As diretrizes apresentadas de como será o retorno às aulas, quando isso for acontecer, também nos tranquilizou bastante, pois será feita de forma acolhedora e humanizada, e minuciosamente planejada, para que nossos gestores, professores e estudantes retornem às aulas com segurança e tranquilidade”, declarou.

“Não é apenas voltar, mas voltar em segurança com equipamentos de proteção individual e cuidados necessários para a proteção de todos. Será um momento ainda tímido e de receio, mas de grande significado para nós servidores. Voltaremos de forma gradativa e com atendimento limitado ao público, necessários a esse momento. As orientações de retorno por parte do secretário foram plausíveis e demonstram a preocupação não só em servir, mas também proteger a todos”, ponderou o diretor da Regional de Zé Doca, Ezequiel Vilar.

Confira alguns dos pontos sobre o retorno ao trabalho presencial das unidades administrativas da Seduc:
• O uso de máscara será obrigatório em todos os ambientes da Seduc;
• Higienização das mãos antes de entrar nos prédios e sempre que necessário;
• Distanciamento de 2 metros entre as pessoas, incluindo todos os ambientes de trabalho;
• Caso haja necessidade, será feito rodízio com os servidores e manutenção do trabalho remoto;
• Os ambientes serão constantemente higienizados, e mantidos sempre arejados e com ventilação natural;
• Os servidores do grupo de risco (idosos, gestantes, cardiopatas, pneumopatas, nefropatas, diabéticos, oncológicos, pessoas submetidas a tratamento de saúde que provoque redução da imunidade) seguem dispensados do trabalho presencial até o dia 15 de junho;
• As atividades nas escolas permanecem suspensas e novas determinações específicas para as instituições de ensino serão publicadas posteriormente, em novo decreto do Governo do Estado.
Fonte: Seduc
26/05/2020