Jornalista Registrado N°0001388/MA

Prefeitura de São João do Caru divulga nota de esclarecimento

Prefeitura de São João do Caru divulga nota de esclarecimento

A Prefeitura de São João do Caru através da Secretaria Municipal de Saúde divulgou uma nota de esclarecimento a imprensa.

Confira na integra a nota.

Nota à Imprensa:

O município de São João do Caru através da Secretaria Municipal de Saúde vem a público prestar esclarecimentos sobre o trágico acidente envolvendo uma Paciente, acompanhante e profissionais da Saúde.

Inicialmente esclarecemos, que São João do Caru, município de pequeno porte, tem como responsabilidade primária a atenção básica e que não recebe recurso financeiro para atender as ações de nível de atenção secundária de gestão da saúde pública e/ou atendimento de média e alta complexidade – MAC.

Esclarecemos que a realização desses níveis de atendimento é organizada com base nas macro e microrregiões de cada estado da federação. Portanto, o município pertence à Região de Saúde de Santa Inês, conforme Resolução CIB/MA Nº 44/2011.Nesta trilha, informamos que o município de São João do Caru encontra-se habilitado na Gestão Plena de Atenção Básica-Ampliada – GPAB-A, mas mesmo assim realiza alguns procedimentos de média complexidade, cesarianas de risco habitual e outras procedimentos cirúrgicos de pequeno porte.

Especificamente em relação a Paciente/Grávida que veio a óbito em decorrência de um trágico e lamentável acidente, temos a informar que a mesma deu entrada no Hospital Municipal na data de 02.03.2020, com o seguinte quadro clínico: Gestante com 39 semanas e seis dias, com queixa de Algia Pélvica Acentuada, onde foi de imediato providenciada a assistência humanizada pela equipe de enfermagem juntamente com a prescrição terapêutica médica, portanto, inicialmente identificou-se todas as condições propícias para a evolução do Parto Normal, que, inclusive, era o maior desejo da Paciente.

Entretanto, com o decorrer das horas, verificou-se que a paciente não evoluiu de acordo com o esperado, não apresentando as condições ideais ou mesmo mínimas para o parto Normal. Momento em que foi realizada nova avaliação da Paciente através de exame de toque, onde foi detectado que a Paciente encontrava-se com Desproporção Céfalo-pélvica (DCP), e diante do quadro clínico decidiu-se que a conduta médica adequada seria a transferência da Paciente para o hospital de Referência – Município de Santa Inês – ressaltando-se de já que a parturiente encontrava-se estável e o feto apresentava batimentos cárdios fetais preservados.

Diante do exposto, todos os procedimentos médicos adequados foram adotados pela equipe de Plantão, onde buscou-se preservar a Parturiente, bem como o feto. Finalizamos nos colocando a inteira disposição para maiores esclarecimentos e Pedindo a Deus o Conforto Celestial às Famílias das Vítimas deste trágico acidente e de toda População Caruense.

São João do Caru, MA, 07 de Março de 2020.
Ana Maria Costa
Secretária Municipal de Saúde

Deixe uma resposta

Fechar Menu